segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Gota Solitária


Deixo verter em lágrimas a dor que não sei explicar
O ultraje que consome minh’alma e pretende me levar
Desaguo em gotas salgadas a emoção presa no peito e que insiste em aflorar
Deixo pingar de meu queijo a dor que não consigo evitar
Mas será que quero evitar?
Olho no espelho e vejo escoar algo que me preenche
Um vazio profundo assume seu lugar.
Caminho pelas pétalas mortas em função de alguém  a quem encontrar

Fundindo o passado e o presente tentando não me deixar levar
Pelas águas negras que ameaçam me afogar
Afundo buscando ajuda, levanto a mão e não há um mísero ser pra me puxar
O ar abandona meu peito. A dor sufoca e a garganta aperta... quer apenas gritar
O medo enrijece a alma e as pernas se quebram  em cacos que não posso juntar.
Ouço o gotejar vermelho que flui  de um coração que desiste de pulsar.
As batidas diminuem, o correr das águas aumenta, ilusões assombram o luar
E me impedem de enxergar. Tudo é dor. É um banquete servido ao luar. Eu evito olhar.
Desvios os olhos daquele que já foi o mais lindo sonhar.
Uma gota cai, solitária. Ela brilha e anuncia que, enfim, a dor vai acabar!

OBS: O texto foi escrito por mim e é proibido seu uso ou cópia integral, ou de fragmentos, sem a autorização da autora. O mesmo vale para todo e qualquer conteúdo deste blog que seja de minha autoria. Sua cópia ou uso sem autorização é qualificado como plágio, sendo configurado como crime previsto no Código Penal. O infrator está sujeito as punições previstas no Art. 184 do Código Penal - Decreto Lei 2848/40

Kamila Mendes

9 comentários:

Maria Clara Marinho disse...

Tem tag e selinho pra você lá no meu blog: http://multipolarizada.blogspot.com.br/2013/01/selinho-tag.html Beijos!

Mylla Stefany disse...

Poxa, que triste Káh, mas eu gostei do texto (como sempre, haha).

O que está lendo no momento? :)

Beijokas!
Blog da Mylloka

Mylla Stefany disse...

Respondendo seu comentário:

Ahhh... Estilhaça-me também foi o meu livro favorito em 2012! Adorei a escrita da Tahereh, ela é muito simpática, tive a oportunidade de conhecê-la. ;D

Divã da Tia eni disse...

Lindo poesia querida. Adorei o blog, voltarei mais vezes.

Conheça o meu.

Divã da Tia eni
www.divadatiaeni.com

Kamila Mendes disse...

Valeu Maria...assim que responder, mando o link pra ti *-*

Kamila Mendes disse...

ok, Mylla, agora vc me fez inveja...vc conheceu a Tahere?? como ela é????

Kamila Mendes disse...

Obrigada pela visita, Tia Eni...espero te verr mais vezes por aqui ^^

Mylla Stefany disse...

Ela é linda, estilosa e muito simpática! Adorei conhecê-la pessoalmente, a Tahereh é so cute *-*

Eu fui na sessão de autógrafos de Estilhaça-me na Livraria Cultura do Shopping Bourbon, postei o evento lá no blog: http://myllokasecret.blogspot.com.br/2012/07/evento-bate-papo-com-autora-tahereh.html

Beijokas e não fica assim não, quando tiver eventos legais eu te aviso, você mora aqui em São Paulo?

Quézia Moura disse...

Kami, não sei se já disse isso, mas o que mais gosto do seus textos e tudo o mais é que, sei lá, eu me identifico...
Esse texto me lembra algumas coisas pelas quais tenho passado e realmente eu estava me sentido como o eu-lírico do seu texto se sente... Mas agora tô melhor hehe. Deus me acalmou, senti sua paz!! *-*
Enfim... Mana, como sempre, uma ótima escritora...
Beijões, linda!!