sábado, 15 de junho de 2013

Avada Kedavra

Segurou a varinha feita com madeira de um antigo carvalho celta. Manejou-a de um lado para ou outro, sentindo seu peso e encaixe em sua mão. Dizem que a varinha escolhe seu mestre, seria diferente com ele?

Admirando a forma um tanto angulosa e cheia de grânulos ao longo de 30 centímetro de madeira, percebeu que se encaixava perfeitamente em sua mão. A cor escura, um tom de grafite profundo, como se a arvore tivesse sido queimada antes que a varinha fosse esculpida, completava seu ser. Se assemelhava tanto com seu humor sombrio e irreverente, com mudanças bruscas e frequentes.

Sentiu uma eletricidade correr por seu braço, um movimento bruscos , e as palavras macias, lentamente fluíram pela sua faringe, escorregaram na língua, bateram nos dentes e jorraram da boca “Avada Kedavra”. Um jorro de luz branca foi lançado da ponta da varinha e atingiu o peito de seu agressor!

Caído no chão, com uma expressão de choque estampava o rosto, choque, pavor e surpresa, estava o menino que transformara sua vida num inverno. Dedicara seus dias à atormentar, xingar e bater, agora era vítima do próprio ódio que ajudou a brotar no coração de uma vítima inocente.

A varinha era a única testemunha do evento, uma testemunha silenciosa!

OBS: O texto foi escrito por mim e é proibido seu uso ou cópia integral, ou de fragmentos, sem a autorização da autora. O mesmo vale para todo e qualquer conteúdo deste blog que seja de minha autoria. Sua cópia ou uso sem autorização é qualificado como plágio, sendo configurado como crime previsto no Código Penal. O infrator está sujeito as punições previstas no Art. 184 do Código Penal - Decreto Lei 2848/40

Kamila Mendes

5 comentários:

Alessandra disse...

Ameeei Kami *---*

Samuel Balbinot disse...

Boa tarde..Kamila
uma abordagem muito boa sobre as varinhas.. todo este mundo de mistério e magia adoro desde o harry potter..a nossa imaginação vai até as pontes do infinito... bjs lindo dia

Evyy disse...

A magia de Harry Potter sempre a nos inspirar.
Muito bem escrito e descrito, best!

Eilan disse...

Harry Potter *.*

Adoreiiii

bjos

eilan

borderline-girl.blogspot.com

Bia Hain disse...

Eu adoro Haryy Pother...fiquei penando se essa cena não seria real se houvessem varinhas à disposição por aí. Pessoas a despertar o mal no alheio tem aos montes. Um abraço!