segunda-feira, 13 de maio de 2013

Mãe de bicho também é mãe!

Mãe é quem cria, aquela que cuida. Quantas vezes já ouvimos isso. Mas você já parou pra prestar atenção que mãe não é só aquela mulher que gerou e criou um ser humano? Tem muitas mulheres por aí que são mães, mas não são reconhecidas, simplesmente porque não geraram ou criaram filhos humanos.

Sei que esse post está um tantinho atrasado, mas a ideia surgiu após ver tantas amigas recebendo parabéns e eu necas. Mas esse artigo não é voltado a mim e sim as demais mulheres que dividem seus dias entre trabalho, dever e amor (à pessoas e aos animais).

Criar um animal não é uma coisa simples, portanto, a adoção animal não deveria ser um ato impensado. Ao adotar um filhote, a pessoa se compromete a cuidar de uma criança que nunca vai crescer. Um cachorro, ou gato (ou qualquer outro animal) não vai aprender a falar. Ele nunca vai dizer o que está sentindo, ou se está com fome ou sede.

Criar, cuidar, educar um animal é ter um ser que vai depender de você todos os dias. Eu crio dois gatinhos e me considero mãe. Algumas mulheres vão ficar irritadas e vão querer brigar dizendo que estou comparando o filho dele co,m um gato. Meu argumento pra você é um só: sou mãe sim! Eu que cuido, ensino o que pode e não pode fazer, levo ao veterinário, dou banho, compro comida, cuido quando fica doente, me preocupo se estão bem e recebo o amor incondicional de cada um.

Todos os dias sou acordada ou pelo miado gentil do meu filhotão Gawen, ou pelas mordidinhas do meu molequinho, Ferus e me sinto abençoada. Ensinarei meus filhos a respeitar e amar os animais e ensino meus filhotes a amar e respeitar os seres humanos.

Derramo lágrimas de preocupação e dor como qualquer mãe. Amo como qualquer mulher. Deus me concedeu a honra de aprender a amar co, os animais. Por isso, hoje, dedico esse texto as mais variadas formas de ser mãe: guerreira, brilhante sentimental, birrenta, nervosa; mães de gato, de cachorro, de papagaio, de cobras, hamister. Todas nós temos o coração do tamanho do mundo.

Respeito a vida e as demais pessoas. Amos os animais e sempre os protegerei. Sou chorona preocupada e coruja com meus filhotes: crio gatos, sou mãe de gatos, também sou mãe.

OBSO texto foi escrito por mim e é proibido seu uso ou cópia integral, ou de fragmentos, sem a autorização da autora. O mesmo vale para todo e qualquer conteúdo deste blog que seja de minha autoria. Sua cópia ou uso sem autorização é qualificado como plágio, sendo configurado como crime previsto no Código Penal. O infrator está sujeito as punições previstas no Art. 184 do Código Penal - Decreto Lei 2848/40

Kamila Mendes

1 comentários:

Eilan disse...

Eu tb sou mãe!! De 8 gatos hehehe!

Concordo plenamente com seu post.

E a propósito, Gawen vem dos livros da Marion Zimmer Bradley? Se eu não me engano Gawen está em "Senhora de Avalon"

Bjos,

Eilan

http://borderline-girl.blogspot.com.br/