sábado, 20 de abril de 2013

O mundo destruído é seu

Sabe quando você fica com tanta raiva que nem consegue chorar?

É como um turbilhão de sentimentos horríveis girando dentro de você, bagunçando a mente e o coração O pior é quando o turbilhão explode. É como se fosse um funil, um tufão girando em seu próprio eixo, sendo alimentado pela raiva, mágoa, dor, frustração... decepção.

E então ele explode, mas antes, implode...faz ruir todos os muros de contenção construídos para deter sua fúria.

Ele implode...seus sentimentos, emoções e humor são jogados no chão, espalhados num caos de medo, dor e revolta. Daí, vem o inesperado...dos entulhos se levanta uma nuvem, tal qual um cogumelo nuclear. Vai subindo, atravessando os céus. Enegrecendo a visão, explodindo trazendo devastação mas só seu mundo é a abalado.

As estruturas retorcidas, calcinadas derretidas são suas. O céu encoberto pela poeira doentia e pesada do caos é seu. Os olhos vermelhos de dor e raiva ninguém quer ver, mas ao se olhar no espelho, percebe que, por traz do sorriso gentil, o mundo destruído é seu.

OBSO texto foi escrito por mim e é proibido seu uso ou cópia integral, ou de fragmentos, sem a autorização da autora. O mesmo vale para todo e qualquer conteúdo deste blog que seja de minha autoria. Sua cópia ou uso sem autorização é qualificado como plágio, sendo configurado como crime previsto no Código Penal. O infrator está sujeito as punições previstas no Art. 184 do Código Penal - Decreto Lei 2848/40

Kamila Mendes

1 comentários:

DOCE VIDA! disse...

Oi posso postar em meu face? coloco seu nome ao final....