quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Sérias tendências

Descobri que tenho sérias tendências a gostar do meu oposto. Tanto na vida, como na arte eu percebo essa inclinação. Sabe aquele personagem sarcástico, irônico, meio mal humorado e às vezes mulherengo? Aquele que com um olhar derrete o coração de qualquer mocinha em perigo e faz os marmanjos tremerem? Pois é, gosto disso... Tenho sérios problemas... rsrsr

Percebi isso agora, ao me lembrar do primeiro livro que li que despertou minha paixão por leituras. Estou falando de A Droga da Obediência – A primeira aventura dos Karas, de Pedro Bandeira. Meu personagem predileto é Cadu. Ele não é safado ou metido a conquistador, mas ele tem aquele quê de desleixado, algo que te atrais...aquele ‘q’ de ‘enfrento o que vier’, sabe?

A coisa ficou séria quando me apaixonei pelo Dean Winchester. Pow, vei, não tem nem o que falar dele. Sabe o tipo machão na superfície, mas menino carente por dentro? Que tira onda e sai batendo geral, grosso, cavalo, mas romântico, com um coração do tamanho do mundo? Pois é... veiiiii, esse é o cara.

Percebi esse padrão até mesmo em livros mais recentes, como Diários do Vampiro, amo o Damon e acho o Stefan um porre. Crepúsculo, amo os Cullen, mas a rebeldia e liberdade dos lobos me atraem profundamente. Como se livrar de um Vampiro Apaixonado, desse nem preciso falar. Qualquer alma feminina que tenha lido esse livro sabe de quem estamos falando: Lucius Vladesco...principe romeno, rígido, duro, inflexível, sarcástico, irônico, grosso e possessivo. Coração de manteiga derretida, mas forte quando precisa... ai ai ai, quero um pra mim.

Pior, na vida real também funciona assim... Tenho sérios problemas. Sem falar nos psicopatas. Cara, Tate Langdon, o que é aquilo? Para que não sabe, Tate Langdon é um fantasma psicopata e extremamente romântico da série American Horror Story. O.O

“Alô, é do hospício? Você poderia chamar uma ambulância, e ahhh...não esqueça da camisa de força! Obrigada!”


OBS: O texto foi escrito por mim e é proibido seu uso ou cópia integral, ou de fragmentos, sem a autorização da autora. O mesmo vale para todo e qualquer conteúdo deste blog que seja de minha autoria. Sua cópia ou uso sem autorização é qualificado como plágio, sendo configurado como crime previsto no Código Penal. O infrator está sujeito as punições previstas no Art. 184 do Código Penal - Decreto Lei 2848/40


Kamila Mendes

5 comentários:

Fran Borges disse...

Oi Kamila, ri muito com seu post. Acho que sofro um pouco também, pois em muitos livros ou filme meu persongem preferido muitas vezes é o vilão. Exemplo Star Wars, amo o Darth Vader.

Beijos

http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

Dri disse...

Best é bem assim mesmo \o
mas se for pra ir pro hopsício, e tiver esses homens malvadões lá, tamo esperando o q? kkkkkkkkkkkkkkkk amei ^^

Uma pessoa por ai disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Vamos tudo pro Hospício looool
Amei o texto best >.<

Jade Cristine disse...

Cara, eu amoooooooooooooooooooo o Lucius, ele é simplesmente demais

Kamila Mendes disse...

É meninas, vamos todas pro hospício desse jeito..rsrsrsr