sábado, 3 de novembro de 2012

Fã X Poser??? o.O

Cansada, essa palavra define como tenho me sentido ao abrir as redes sociais e vê as brigas inúteis dos fãs. A primeira coisa que salta aos olhos é a palavra poser. O que define um POSER aos olhos do fãs? Caso você não saiba qual dia da semana, o ano e o mês em que o cantor ou ator fulano de tal estourou sua primeira espinha, então você é um poser.

Complicado né? Porque, não basta apenas admirar a pessoa pelo talento, pela voz, ou qualquer que seja o trabalho que ela realize, você tem que conhecer particularidades da vida dela. A intimidade da pessoa é invadida. Você tem que saber por menores da vida dela. Como se houvesse uma lei secreta, escrita com tinta invisível que obriga qualquer pessoa, que diz gostar de determinado assunto ou ser pensante, a perder horas do seu dia vasculhando, numa espécie de voyerismo sádico, a vida, a obra, a família de alguém.

O fã se coloca em um status tal que ele se sente na obrigação (uma obrigação prazerosa, por isso chamo de voyerismo) de querer saber mais sobre a intimidade do seu ídolo do que ele mesmo. Na realidade é uma necessidade. Existe entre fã e a figura que ele criou em sua mente como ídolo um relacionamento intenso e estranho. Para demonstrar seu amor, o fã consome tudo que houver no mercado sobre o alvo de seu desejo. O ídolo, por sua vez, alimenta esse sentimento com declarações audiovisuais. E eu sei que algumas dessas declarações são reais. Como eu sei? Já fui fã..rsrsrsr e ainda acompanho a carreira de meus ídolos da adolescência.

O chato da história é exatamente isso. Ninguém é obrigado a saber tudo sobre a vida de alguém pra ser considerar fã. Você não é obrigada a fuçar a vida de alguém se realmente não quer saber. Se o seu interesse está no talento e no trabalho, parabéns, você é um (a) admirador (a). Simplesmente curta o trabalho da pessoa, não se deixe levar pelas ondas eufóricas de gritos, porque elas passam. É quase uma questão de segregação...ou você sabe tudo, ou você é excluído até pelos seus amigos!

O problema, na realidade, não está nos posers e sim nos fãs. Os fãs tem tanto preconceito quanto os não fãs. Eles criam barreiras de aproximação e não sabem distinguir fã novo e o admirador de poser.

Seguindo a ótica dos fãs, ou se sabe tudo, ou se é poser. Não há um meio termo. É quase como se fosse um Lord Sith (do universo Star Wars), que não tem tolerância ao diferente. Ou você está com eles, ou está contra eles. Isso realmente cansa. Porque todo o interesse que surge por um artista vai embora pelo simples fato das pessoasnão te aceitarem porque você não sabe a cor da cueca que ele usa dia de segunda-feira.

Os posers coitados, são aqueles que tem preguiça de ser fã, fingem conhecer e não sabem porcaria nenhuma, nem reconhecem o trabalho do artista. Na realidade, é mais fácil identificar um fã do que um poser, mas se você vir por aí alguém falando de uma banda e não sabendo se quer qul o ritmo dos caras então esse é um poser..rsrsrsr. Poser vão na onda, querem está na moda e fazem de tudo para aparecer. Eu até acho que os posers nem sabem que são posers, tadinhos, mas isso não vem ao caso..rsrsrs

O caso é que seria muito mais fácil admirar um artista pelo o que ele faz do que pelo o que ele representa. Amo One Direction,essa não é a primeira vez que falo disso, mas nem por isso preciso saber do porque os meninos tem determinado comportamento. Amo, enlouqueço com o timbre de voz deles. Cara, a harmonia vocal deles é show. A voz rouca do Harry me tira do sério, mas não me sinto obrigada a saber quantas namoradas ele teve e nem a cor da sua cueca predileta (eu nem sei se ele usa cueca o.O)

Então...isso é mais um desabafo sobre o comportamento frenético dos fãs que colocam qualquer novo admirador pra correr. Ao meu ver, o papel do fã é conquistar mais e mais “seguidores” para seus ídolos e não espantá-los como se fossem uma sociedade secreta. Será que vocês tem noção de o quanto esse comportamento é creepy???

Enquanto eu era fanática pelos Backstreet Boys (amo boys band...sou simplesmente viciada nesse tipo de banda) meu maior prazer era conquistar seguidores. Eu me sentia realizada quando alguém me perguntavam quem eles são, quais as musicas e o que eu sabia deles. Meus olhos brilhavam e eu passava horas aprensentando meus meninos da “Rua de trás” para a possível fã. Faço isso com o pouco que eu sei sobre o One Direction. Acho que se cada um agir assim essa briga boba de fã e poser acaba e nós teremos paz nas redes sociais. Bom, isso é só uma reflexão.

OBS: O texto foi escrito por mim e é proibido seu uso ou cópia integral, ou de fragmentos, sem a autorização da autora. O mesmo vale para todo e qualquer conteúdo deste blog que seja de minha autoria. Sua cópia ou uso sem autorização é qualificado como plágio, sendo configurado como crime previsto no Código Penal. O infrator está sujeito as punições previstas no Art. 184 do Código Penal - Decreto Lei 2848/40

Kamila Mendes

4 comentários:

Matheus Gaudard disse...

Prefiro ser poser do que ser um fanático usuhsushs.

Kamila, sou seu admirador, e fã, ushsushsush mas não louco ao ponto de invadir sua privacidade. kkkkkkkkk Pode ficar tranquila.

Ah, por essas e outras que escolhi ser autor kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Kamila Mendes disse...

é por isso mesmo que e escolhi ser autora tmbm...minha época de fã já passou...deixo ela guardadinha bem lá no cantinho do passado..rsrsrsrsrs

Dri disse...

hey Kami, como sempre muito bom ^^
acho que sou mais poser do que fã kkkkkkkkkkkkk
perái uma fã saudável!

Matheus Almeida disse...

É isso ae! To ctg e nao abro mao! Falou o que tbm eu queria saber! Ta te parabens pelo post!