sábado, 14 de abril de 2012

Batalha final


O dia estava vermelho, corpos espalhados pelo chão e o cheiro de sangue e terra se misturavam em uma harmonia sinistra. Podia ver ao longo do campo, pequenos pontos de fumaça subiam ao céu anunciando o fim de mais uma batalha. Até quando?

Lágrimas desciam pelo meu rosto. Cansada, arrasada, deixei-me cair sobre um joelho. Abaixei meus olhos e mirei uma pequena poça de água que se formava com a fina chuva que começa a cair. Ali eu vi um rosto que já não me pertencia. Meus cabelos escuros trançados caindo sobre uma armadura negra. Negra como o mais profundo abismo. Meus olhos, injetados de ódio. Não aqueles não eram meus olhos. Aquela não sou eu.

Mas era meu rosto refletido ali. Em cada centímetro, deturpado pela ondulação da água, eu vi... vi as marcas de centenas de batalhas. Internas e externas. Vi meu passado e presente. Mas não vi futuro.

Onde estava aquele rosto suave com sorriso fácil? Onde estavam aqueles cabelos lisos, negros e macios? O que acontecera comigo? Meu DEUS, O QUE ACONTECEU?

OBS: Prologo do livro que estou escrevendo. Pretendo publicá-lo, então, haverão poucas postagens sobre ele!

5 comentários:

RafaSR disse...

lindo lindo Kami'
Mas eu quero ver mais rsrs *-*

Kamila Mendes disse...

kkkkkkkkkkkk só quando eu tiver escrito mais...por enquanto só vou publicar isso...vou postar no blog pontos específicos da história, não ela na integra! Mas obrigada pelo apoio rafinha!

Dri disse...

juntar dinheiro pra comprar o livro da kami \o/

Elton SDL disse...

Excelente texto! Traçado com a destreza de um espadachim - esse prólogo foi, ao mesmo tempo, cativante e promissor. Sim, pois além de me ater ao que estava lendo, como se estivesse vendo através dos olhos da voz narrativa, eu percebi um grande potencial na trama, uma história realmente promissora.
Parabéns, Kami! Sorte e sucesso na tua escrita - que só tende a evoluir ao longo do tempo - assim como na futura publicação! Estarei compartilhando essa emoção contigo quando a hora chegar - e chegará.
Abraços!

Cris disse...

ahhh minha best escritoraaaa que lindooo ameiii já disse que quando eu crescer quero ser como vc uasuahsuahsus